sexta-feira, 30 de setembro de 2011

PARA EMBALAR DE VEZ


    Querendo vencer para embalar de vez e ter sonhos mais altos dentro da competição, o Guarani enfrenta o Vila Nova, nesta sexta-feira em Goiânia, pela 27º rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. 
   A equipe estará desfalcada do meia Renato, entregue ao DM, no seu lugar o técnico Giba deve colocar o volante Mika.
   O atacante Fabinho, artilheiro da equipe no campeonato, estará no banco e deverá entrar no decorrer da partida.
   Confio em mais um bom resultado, pois nossos guerreiros sabem o quanto é importante uma vitória contra um adversário direto, apesar de que acho que Rodrigo Paulista deveria entrar na vaga de Renato, torço para que Mika jogue bem e de conta do recado. 
    FICHA TÉCNICA
    VILA NOVA X GUARANI  
    Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).
   Data e Horário: 30/09/2011 às 20h30 (Brasília). 
   Árbitro: Felipe Gomes da Silva. 
   Auxiliares: Marco Santos Pessanha e Wagner de Almeida Santos. 
   VILA NOVA 
  Michel Alves; Gabriel, Augusto e Ben-Hur; Victor Ferraz, Geovane, Paulo César, David e Jorge Henrique; Wando e Roni.
Técnico: Léo Goiano. 
   GUARANI 
  Emerson; Chiquinho, Éwerton Páscoa, Aílson e João Paulo; Mika, Leandro Carvalho, Dadá e Felipe; Denilson e Marcelo.
Técnico: Giba.

ULTIMO REFORÇO É APRESENTADO


  Foi apresentado oficialmente o último reforço para o Campeonato Brasileiro da Série B, trata-se do meia Jairo. 
  O atleta está com 23 anos e já atuou no Santa Cruz, Palmeiras, Figueirense e Mirassol e Al Naser do Kuwait, como seu passe está preso ao Villa Rio, do Rio de Janeiro, não haverá problema com a janela internacional. 
  Jairo falou sobre sua expectativa em defender o alviverde: 
 "O meu contrato vai até o campeonato paulista do ano que vem. A minha idéia é ajudar a equipe agora, fazer um bom Paulistão e quem sabe renovar para o Brasileiro do ano que vem”.                       
  Seu contrato vai até 15 de maio de 2012.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

100 VEZES FABINHO


    No ano do centenário do Guarani, o atacante Fabinho completou 100 jogos com a camisa alviverde, uma marca muito importante não só para o jogador, mas para toda a torcida bugrina.
   Um jogador que sempre honrou o nosso manto sagrado, desde de que chegou e foi entrando aos poucos e depois se firmou como titular e um dos principais jogadores daquela campanha na série B de 2009.    
   Obrigado Fabinho, por tudo que já fez, faz e fará pelo Guarani, você é xodó é ídolo e sempre estará em nossos corações.

VITÓRIA NO RETORNO


  No retorno ao Brinco de Ouro o Guarani venceu o Bragantino, pelo placar de 3 x 1, fazendo a festa da torcida que compareceu e empurrou a equipe para essa conquista. 
  Com a vitória o Bugre subiu para 13º posição se afastando da zona da degola e já começa a visualizar uma possível briga no G4, pois a diferença hoje para o quarto colocado é de 11 pontos, faltando ainda 12 rodadas para o final da competição.       
  Os gols foram marcados por Felipe, Marcelo e Fabinho, que completou sua centésima partida com o nosso manto sagrado.   
  Hoje o destaque vai para toda a equipe, que mereceu a homenagem da torcida que cantou “GUERREIRO, GUERREIRO, TIME DE GUERREIROS”, pois como já disse, o que esses jogadores estão fazendo, lutando, se entregando, com garra e dedicação é digno de homens com H maiúsculo e sempre que atuarem assim terão a torcida ao seu lado.       
  Foi lindo e emocionante voltar ao Brinco de Ouro e ver o Bugre vencer, mas gostaria de registrar uma cena que me emocionou muito, após marcar o terceiro gol, Fabinho correu até o escudo ao lado do tobogã e o beijou, uma atitude que vale mais do que palavras.            
   Ainda temos 12 batalhas e com essa dedicação, essa garra e esse amor, quem sabe não iremos surpreender. 

terça-feira, 27 de setembro de 2011

DE VOLTA PARA CASA


    Depois de longos 54 dias de uma punição injusta, finalmente chegou o dia de voltar a jogar no Brinco de Ouro, hoje às 20h30, o Guarani recebe o Bragantino, pela 26º rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.    
  O técnico Giba vai manter a mesma equipe da segunda etapa contra o Americana, com dois atacantes, para conseguir os três pontos e subir na classificação.  
  A torcida estará presente incentivando, cantando e vibrando com os guerreiros e matando a saudade de ver o Bugre em sua casa. Confio na equipe (mesmo com a interminável história dos salários atrasados) e com certeza eles iram se surpreender com a torcida e terão mais garra e disposição para conseguirmos a vitória.      
   FICHA TÉCNICA 
    GUARANI X BRAGANTINO
    Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa.
   Data e Horário: 27/09/2011 às 20h30 (de Brasília).
   Árbitro: Cleber Wellington Abade (SP).
   Assistentes: João Nobre Chaves e Bruno Salgado Rizo (ambos de SP).
   GUARANI
    Emerson; Chiquinho, Gabriel. Ailson e João Paulo; Mika, Dadá, Renato e Felipe; Marcelo e Denílson.     
Técnico: Giba. 
   BRAGANTINO
    Gilvan; Luís Felipe, Luís Carlos e Astorga; Diego Macedo, Reinaldo, Éder Silva, Romarinho e Marcinho; Léo Jaime e Lincom.    
Técnico: Marcelo Veiga.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

MANIFESTO BUGRINO


    As entidades civis de apoio do Guarani Futebol Clube, abaixo discriminados, vêm a público apresentar o mais veemente repúdio contra os desmandos que vêm sendo perpetrados pela diretoria executiva do nosso bugre.    
   Não bastassem os inacreditáveis descalabros ocorridos durante os últimos anos à frente de nossa agremiação, a atual Diretoria desencadeou uma série de atos praticados com o objetivo de se perpetuar no poder a qualquer custo, o que veio a culminar com a grave crise instaurada no clube. O calote contumaz, a malversação dos recursos do clube e a ausência da mais elementar gestão estão conduzindo o clube e a marca Guarani Futebol Clube ao descrédito sem precedentes na história esportiva do País. 
   Não podemos mais admitir o clube ser (mal) conduzido por dirigentes que a cada dia nos trazem derrotas em todos os segmentos do panorama esportivo nacional. Nossa marca está sendo depreciada pelas constantes ações inconseqüentes.  
  O consenso das instituições, agremiações e signatários deste manifesto, preocupados com os destinos do Guarani Futebol Clube, é que providências urgentes e inadiáveis são imperiosas. A comunidade esportiva nacional antevê, com profunda tristeza, que esse quadro desolador poderá levar ao desaparecimento do único campeão brasileiro do interior do Brasil.          
  A nossa expectativa é que a nação bugrina não irá perecer sem o bom combate. Temos um grande exército pronto para servir ao maior do interior, mas somos impedidos de atuar, graças à nefasta ditadura implantada no Brinco de Ouro. Nossa família se envergonha a cada pronunciamento dos “donos” do clube.        
   A exposição propositadamente negativa do Guarani em praticamente todos os setores tem motivações notórias – do cenário esportivo aos Tribunais, não há um único segmento em que o clube não acumule derrotas, restrições, fatos negativos, dívidas, calotes e uma série de incontáveis “malfeitos” provocados por uma diretoria obstinadamente amadora.                 
   Há, sim, um plano terrorista em andamento: vale tudo para tentar justificar a venda do nosso patrimônio a preço vil, passando a falsa realidade de que temos como única alternativa vender tudo para sobreviver. Nossa história de glórias jamais poderá ser apagada por aproveitadores, que desconhecem os passos pétreos da nossa família bugrina, que tem raça, dignidade e tradição. Nossos filhos já nascem campeões, e a atual diretoria deseja apagar as glórias conquistadas pela nação bugrina.                            
   O fechamento do clube a novos associados é um fato gravíssimo, passível de apuração, pelas instâncias competentes, de prática em tese de gestão fraudulenta. Mais recentemente, uma sórdida manobra para encarecer o valor dos títulos à venda, é outra face da mesma moeda: manter o clube fechado, com colégio eleitora reduzido, a fim de perpetuar no poder um conjunto de pessoas que pretendem destruir o Guarani Futebol Clube. Politicamente, trata-se de verdadeira inversão de valores e, do ponto de vista gerencial, um rematado absurdo que vem reduzindo a captação de receitas para a sobrevivência do clube.          
  As entidades e cidadãos bugrinos abaixo-assinados manifestam seu mais profundo REPÚDIO À GESTÃO TEMERÁRIA que vem sendo praticada pela Diretoria do Guarani Futebol Clube, com a insólita anuência do Senhor Presidente do Conselho Deliberativo. Temos fé nas instituições e noPoder Judiciário, que poderá vir a ser chamado a declarar a supremacia das leis e dos princípios de boa-fé. Apelamos, neste momento, à Nação Bugrina e suas instituições para que não esmoreçam e não retrocedam no posicionamento independente e firme em favor da necessidade imperiosa de resgatar o Guarani Futebol Clube.      
  Neste sentido, vimos a público para externar a nossa mais profunda indignação e repúdio, ressaltando que os atuais dirigentes do clube, bem como o Senhor Presidente do Conselho Deliberativo não reúnem a mínima condição de continuar à frente do gigante Guarani Futebol Clube. Não vamos parar a luta enquanto esses diretores insistirem em se perpetuar no comando. As entidades, instituições e organizações que subscrevem este manifesto têm a mais plena convicção de que é essencial a saída dessas pessoas do comando do Bugre, a fim de que a nação bugrina tenha reais condições de resgatar a dignidade do Guarani Futebol Clube.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

DE VIRADA É MAIS GOSTOSO


   Com uma reação surpreendente o Guarani venceu o Americana, de virada pelo placar de 2 x 1, ontem a noite na cidade de Americana e chegou aos 30 pontos, deixando o Z4, cada vez mais distante. 
  Os gols foram marcados pelos atacantes Marcelo e Denílson, sendo esse um gol de rara beleza. Destaque para o técnico Giba, que no intervalo mudou o esquema e o Bugre passou a atuar no 4-4-2, onde fez se não o melhor, um dos melhores momentos da equipe no campeonato.  
  Não tem como não destacar esse elenco de GUERREIROS, pois mesmo com salários atrasados e com vários problemas pessoais pendentes, por causa desta situação, estão lutando, batalhando, correndo, honrando o manto sagrado e nos enchendo de orgulho e felicidade, a vocês jogadores, o meu muito obrigado, ainda não ganhamos nada, não podemos dormir no loro da vitória, mas depois da segunda etapa de ontem, todos nós torcedores estamos orgulhosos.                                                     
  Agora vamos voltar a jogar na nossa casa o Brinco de Ouro, onde a nossa força e a Garra dos jogadores farão a diferença.  
  DESDE 11, VOCÊ É A NOSSA MAIOR GLÓRIA, ORGULHAMOS , COMO É LINDA A SUA HISTÓRIA.
  AVANTE MEU BUGRE.
   Assista os gols nas imagens da Sportv.     

terça-feira, 20 de setembro de 2011

VENCER E COMEÇAR A VIRADA


     Mais uma vez pressionado a conseguir a vitória, para se afastar de vez da zona da degola é assim que o Guarani vai a campo, nesta terça-feira, às 20h30, contra o Americana no estádio Décio Vitta.   
    O técnico Giba vai manter o esquema utilizado na última partida o 3-6-1, mas a equipe terá uma mudança, o zagueiro Aislan foi vetado no último treino e será substituído por Ewerton Páscoa.       
    Gostaria muito que quando fosse fazer as alterações, Giba colocasse o atacante Marcelo, para fazer dupla com Denílson e que Rodrigo Paulista entrasse no meio ao lado de Renato, assim acredito que teremos um maior poder de criação e conclusão de jogadas.            
    È uma partida difícil, mas acredito que a equipe possa surpreender e espero que a pontaria esteja calibrada, para que possamos fazer os gols que estamos precisando.    
    FICHA TÉCNICA
   AMERICANA X GUARANI   
    Local: Estádio Décio Vitta, em Americana.
   Data e Horário: 20/09/2011 às 20h30 (de Brasília)
   Árbitro: Leandro Marinho Bizzio (SP)   
   Assistentes: João Nobre Chaves e Fábio Rogério Baesteiro (ambos de SP)
   AMERICANA 
    Jaílson; Luiz Felipe, Jorge Luiz, Henrique e Magal; Alê, Léo Silva, Marcinho e Válber; Fumagalli e Clodoaldo.  
Técnico: Sérgio Guedes.
   GUARANI          
    Emerson; Ewerton Pascoa, Ailson e Gabriel; Chiquinho, Mika, Dadá, Renato Ribeiro, Felipe e João Paulo; Denílson. 
Técnico: Giba.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

DERROTA NA DESPEDIDA

..

     Em sua despedida da Fonte Luminosa, em Araraquara, o Guarani foi derrotado pela Portuguesa, pelo placar de 0 x 2, mas graças aos resultados da rodada terminou fora da zona da degola.      
   Apesar de ter o domínio da partida, o Bugre pecou muito nas finalizações, o esquema tático de 3-6-1, deu certo, pois marcando muito bem, não deixou o adversário jogar, mas infelizmente o meia Felipe acabou perdendo no mínimo dois gols, de frente ao goleiro adversário. Mas ao menos a equipe se esforçou e lutou, destaque fica para Dadá, que a cada partida está crescendo e destaque negativo para Gabriel, simplesmente horroroso, errando passes simples e muito nervoso, demorou para ser substituído.      
  O atacante Marcelo entrou na segunda etapa e fez a sua estréia, o interessante é que no site oficial, não consta nenhuma nota de sua contratação, de sua liberação no BID e nem foto no elenco.
 Já disse e acredito que sairemos desta situação preocupante e acho que o técnico Giba está conseguindo tirar leite de pedra.

sábado, 17 de setembro de 2011

SE DESPEDIR COM VITÓRIA


      Vencer o líder e fugir do fantasma da zona da degola, assim o Guarani enfrenta a Portuguesa, neste sábado, as 16h20, na sua despedida da Fonte Luminosa, em Araraquara.              
    O técnico Giba  aposta numa marcação forte e já definiu a equipe, que continua com os três zagueiros e terá Renato e Felipe, os dois meias no meio, ficando apenas Denílson no ataque.
    “Não podemos deixar a Portuguesa ficar com a bola no pé, pois sabemos da qualidade do adversário e o bom momento que eles vivem. Se nós conseguirmos ter mais posse de bola, vai ficar mais fácil pra termos o domínio do jogo”, disse o treinador justificando o esquema 3-6-1.
    A partida não é fácil, mas espero que os jogadores sejam de novo grandes e se superem e possa nos dar a alegria da vitória. Apesar do técnico Giba ter dito uma frase que me preocupou muito, sobre o problema dos salários atrasados. 
    Já orientei os atletas que em determinado momento a decisão tomada não tem mais retorno. Acredito que tomaram a decisão correta ao confirmar presença no jogo contra a Portuguesa. Orientei os jogadores neste sentido, alguns entenderam, outros não. Vou saber amanhã (hoje), mas o clima no Guarani não é o ideal.”                  
    Me parece que o elenco se já não estava , agora rachou, isso que entendi da declaração do treinador, estamos numa fase muito difícil e temos de ter a união de jogadores, comissão técnica e torcida, pois caso contrário iremos lamentar no final do campeonato.                  
    Lembrando ainda que dirigentes, comissão técnica e jogadores passam, mas nós torcedores estaremos sempre torcendo pelo Guarani, seja a divisão que for, pois o GUARANI É ETERNO.                 
    FICHA TÉCNICA     
     GUARANI X PORTUGUESA                       
     Local: Estádio Fonte Luminosa - Arararaquara (SP) 
    Data e Horário: 17/09/2011 ás  16h20 (de Brasília)
    Árbitro: Claudinei Forati Silva (SP)  
    Assistentes: Carlos Nogueira Junior e Alex Alexandrino (ambos de SP)                     
    GUARANI 
     Emerson; Aislan, Ailson e Gabriel; João Paulo, Mika, Dadá, Renato e Chiquinho; Felipe e Denílson.
Técnico: Giba.
    PORTUGUESA   
     Weverton; Luis Ricardo, Rogério, Mateus e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Guilherme, Marco Antonio e Henrique; Ananias e Edno.  
Técnico: Jorginho.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

PARABÉNS JOGADORES


     Mesmo com todos os problemas que rondam o Guarani, os jogadores souberam honrar a nossa gloriosa camisa centenária e conquistaram uma vitória importante contra o Boa Esporte, pelo placar de 1 x 0, ontem à noite em Varginha.
   O gol foi marcado pelo meia Felipe, exatamente 16’ após sua entrada no lugar de Dairo. Ele recebeu um passe maravilhoso do meia Renato, nas costas da zaga, dominou e bateu no canto do goleiro adversário.                  
   Giba preferiu jogar no 3-5-2, na marcação o sistema foi perfeito, pois não deixou o adversário jogar, mas na parte ofensiva, a equipe praticamente não atacou, pois o esquema favorece para os contra-ataques, que não aconteceram, principalmente devido ao atacante Dairo, que sonolento, não ganhou uma vez da defesa adversária. Mas valeu o esforço e garra e a união dos jogadores, que correram, lutaram e mostrarão que tem condições de colocar o Bugre, numa posição bem melhor no campeonato.
    Já disse e repito vocês jogadores sempre terão o nosso apoio, o nosso aplauso e a nossa vibração, toda vez que mostrarem comprometimento com a nossa camisa. Parabéns vocês todos, hoje estamos felizes, mesmo sabendo que o caminho a percorrer é difícil, mas sabemos que temos condições de lutar.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

PARA AFASTAR O PERIGO DE VEZ


    Vencer e se afastar definitivamente da zona da degola, esse é o pensamento do Guarani para a partida desta terça-feira, contra o Boa Esporte, na cidade de Varginha.
   A equipe terá mudanças, o zagueiro Gabriel e o volante Mika, estão suspensos e o lateral direito Bruno Perez, entregue ao DM, seus substitudos serão, Aislan, Leandro Carvalho e Chiquinho.
   Giba ainda não definiu qual esquema tático irá utilizar o 4-4-2 ou volta ao 3-5-2, sobre isso o goleiro Emerson disse:   
   “Eu particularmente prefiro com três zagueiros, o time fica mais ofensivo porque solta os dois laterais e eu me sinto mais seguro lá trás, mas é uma formação que requer muito treinamento". 
   Seja qual for o esquema espero que o Bugre vença para não só se afastar da zona da degola, como para que os jogadores mostrem como alguns disseram, que o assunto salários atrasados, não atrapalha o rendimento da equipe.
   FICHA TÉCNICA      
   BOA ESPORTE X GUARANI
    Local: Estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG)
   Data e Horário: 13/09/2011 às 20h30 (de Brasília) 
   Árbitro: José de Caldas Souza (DF)   
 Assistentes: Carlos Emanuel Manzolillo e José do Nascimento Júnior (ambos do DF). 
   BOA ESPORTE  
   Luiz Fernando; Carlos César, Carciano, Thiago Carvalho e Marinho Donizete; Claudinei, Jean Kleber, Moisés e Carlos Magno; Jheimy e Ramón.
Técnico: Nedo Xavier.
   GUARANI 
   Emerson; Bruno Peres, Luís Gustavo, Ailson e Chiquinho; Aislan, Dadá, Felipe e Renato Ribeiro; Denílson e Dairo
Técnico: Giba.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

SEM VONTADE BUGRE SÓ EMPATA


    Em uma partida horrível, sem emoções e com vários jogadores bugrinos mostrando uma má vontade imensa, o Guarani apenas empatou sem gols com o Vitória, na sua quarta partida disputada na Arena da Fonte Luminosa, faltando apenas uma para acabar a punição imposta pelo STJD.               
   A equipe se mostrou lenta, sem criatividade, sem força ofensiva e o pior alguns jogadores demonstraram, total desinteresse, sem força de vontade, acredito que essa atitude tem haver com o problema dos salários atrasados, então que os insatisfeitos sejam profissionais, tomem uma atitude de Homem e peçam para não ser escalado. Já outros como Dadá, Denílson, Gabriel e Rodrigo Paulista e Aislan que entraram na segunda etapa, se esforçaram e mesmo a partida sendo uma porcaria, ao menos demonstraram personalidade e lutaram.                          
   Acorda diretoria incompetente ou vai ficar assistindo a nossa queda, não tem capacidade de administrar, então entreguem para quem quer trabalhar e lutar para evitar o pior para o Guarani.    
  Se precisar a torcida passa o chapéu para conseguir dinheiro para os jogadores e os coitados dos funcionários, nós verdadeiros bugrinos já fomos muito humilhados e exigimos uma atitude, caso contrário saiam, sumam e esqueçam do Guarani para sempre, nós cuidaremos dele.            
   CHEGA, BASTA, QUEREMOS NOSSA DIGNIDADE DE VOLTA E FAREMOS TUDO PARA SALVAR O GUARANI.                                                        
   E E E E, EU SOU BUGRINO E TÔ CANSADO DE SOFRER.