domingo, 12 de dezembro de 2010

ARGEL É O NOVO TÉCNICO


       Esta semana o Guarani apresentou o novo técnico, é o ex zagueiro Argel, que assume com a missão de levar o alviverde de volta à elite do Campeonato Paulista.  
       Como jogador atuou em equipes como Internacional, Santos e Palmeiras e deu início à sua carreira de técnico pelo Mogi Mirim, em 2008, quando conquistou o acesso à Série A1 do Campeonato Paulista. Com passagens também por Guaratinguetá, Caxias do Sul e São José-RS, o treinador chega credenciado pela recente conquista do acesso à Série B dirigindo o Criciúma, seu último clube.                                                                                
    Seu contrato vai até o final do paulistão e dependendo dos resultados que apresentar poderá ser renovado para a Série B.  
      O treinador disse da sua expectativa no Bugre:  
     Sei da dificuldade que é disputar uma Série A2 porque em 2008 comandei o Mogi Mirim nessa divisão. Posso dizer que a camisa é importante, tradição também é importante, mas só isso não ganha jogo. Meu objetivo aqui é buscar o acesso no Campeonato Paulista e também fazer uma boa Copa do Brasil”. 
     Sobre a montagem do elenco, o treinador disse que vai correr contra o tempo para começar os treinamentos o mais rápido possível. 
     “Alguns concorrentes nossos já estão se preparando e estamos um pouco atrasados. A idéia é montar pelo menos uma espinha dorsal da equipe para já começarmos a trabalhar. Vamos montar um elenco competitivo, com atletas que tenham o perfil da Série A2 e que possam se envolver de corpo e alma com o Guarani”.   
    Junto com Argel chegam também o auxiliar técnico Claudiomiro e o preparador físico Eduardo Langer Schoeler.    
     Não sei se seria a melhor opção, mas como bugrino torço para que Argel tenha sucesso e que passe ao novo grupo a raça que apresentava na época que jogava e que não permita corpo mole e panelinhas no elenco. 
    Boa sorte Argel.

domingo, 5 de dezembro de 2010

HORA DE ERGUER A CABEÇA

    
 Terminou o nosso sofrimento na série A, perdemos para o Fluminense, pelo placar de 1 x 0, esta tarde no Engenhão, resultado que deu merecidamente o título ao tricolor carioca. 
       Até que a equipe se comportou bem, jogou num esquema 4-5-1, para simplesmente se defender e até que não se saiu mal. Mas pêra ai, estou falando do Guarani e não de um time covarde, medroso, sem pretensões como são os times pequenos. È mas é isso que aconteceu, o Bugre foi tudo isso, que tristeza.  
       Ao final da partida, ainda no gramado o técnico Mancini disse que a partir desta segunda-feira, não será mais o técnico da equipe, ele assumiu parte da culpa pelo fracasso e fez uma análise do clube.
       “Todos sabem que o Guarani passa por um processo de reestruturação e agora tem um caminho a percorrer para voltar a ser o clube que a gente aprendeu a ver e gostar. E a torcida tem parte importante neste processo”.
       Não acho ruim não, pois apesar de ter gostado de sua contratação, ele se mostrou um técnico de time pequeno, que não soube lidar com situações desastrasosas ao longo do campeonato e na minha opinião perdeu o comando do grupo, que me pareceu dividido, mas foi feliz em sua declaração quando disse que a torcida tem parte importante.
       Espero que os responsáveis pelo clube, parem, pensem e façam um planejamento sério, com profissionais capazes de montar um elenco e ter comando sobre ele. Todos nós sabemos que a situação financeira do clube é lastimável, mas vamos ter folha de pagamento dentro do que podemos pagar, pois equipes de muito menor porte e com dívidas também, mantém jogadores e não caem. Cabe a nós torcedores cobrar desde já, uma posição séria do presidente, da diretoria, da comissão técnica e dos jogadores, para podermos pensar em subir nos próximos campeonatos e podermos comemorar nosso centenário. 
       Ficamos sim com nó na garganta e com o coração partido, mais uma vez, mas somos nós que vamos mais uma vez erguer o nosso Bugre, como já aconteceu, outra vez seremos uma Fênix, só que mais forte e para voltarmos a sermos grandes, pois nascemos para isso e assim seremos. 

ATÉ BREVE SÉRIE A

 
       Hoje o Guarani se despede do Campeonato Brasileiro da Série A, enfrentando o Fluminense , no Engenhão, em partida que pode dar o título ao tricolor carioca.  
      Em uma semana que muito se falou em mala branca, acredito que o Bugre não consegue vencer e não deve, pois se empenhar para que, já que quando precisava, esses jogadores se mostraram despersos e sem motivação.                                         
      Mas quando terminar a partida, vamos olhar para o futuro e mirar os nossos acessos, vamos voltar a pesar grande, para na sermos mais coadjuvates.                           
      Guarani você é minha vida, minha paixão e meu amor, nunca te abandonarei, ano que vem estarei no tobagã virando e torcendo por  ti. Avante meu Bugre.   
       FICHA TÉCNICA  
       FLUMINENSE X GUARANI                                                               
       Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)                                         
       Data: 05/12/2010  
       Horário: 17h (de Brasília)
       Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)                                                
       Auxiliares: Altermir Hausmann (Fifa-RS)e Roberto Braatz (Fifa-PR) 
       FLUMINENSE                                                                                        
       Ricardo Berna; Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Valencia, Diguinho, Julio Cesar e Conca; Emerson e Fred.
Técnico: Muricy Ramalho.                                                                       
       GUARANI    
       Emerson; Apodí, Ailson, Aislan e Fabiano; Maycon, Paulinho, Ronaldo, Márcio Careca e Diego Barboza (Pablo); Douglas (Reinaldo).
Técnico: Vágner Mancini

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

FUTEBOL FEMININO

Há 15 anos o futebol feminino do Guarani é um orgulho para nós bugrinos, as nossas meninas já foram campeãs 297 vezes e o trabalho dos que criaram e cuidam dessa modalidade no clube, não é reconhecido.        
Ontem infelizmente li uma reportagem no site http://www.bugretotal.com.br, sobre a grande possibilidade de acabarem com o futebol que dá certo no clube, por imposição de dirigentes e pessoas que não parecem quererem o bem do Guarani. O trabalho realizado é reconhecido internacionalmente e as garotas tem a possibilidade de oportunidade de terem um futuro, graças aos primeiros chutes no Guarani.
Segue abaixo uma descrição enviada pelo site www.guaranifutfem.com, leia se orgulhe e se posicione contra o que estão querendo fazer que é acabar com nosso orgulho.
Nos últimos 13 anos, vinte e seis garotas saíram do Projeto de Futebol/Futsal Feminino do Bugre diretamente para universidades dos Estados Unidos, que oferecem bolsas de estudo às melhores atletas de todo o mundo. Em troca de seu futebol, podem estudar gratuitamente no curso que desejarem. A grande maioria soube aproveitar muito bem a oportunidade que o futebol lhes trouxe e teve muito sucesso, dentro e fora dos campos. Há meninas que, depois de formadas, se tornaram técnicas de futebol em clubes e universidades, e duas até se casaram nos Estados Unidos. Outras retornaram e assumiram dignas atividades profissionais, graças ao estudo no exterior. Houve quem se tornasse executiva numa empresa multinacional.
A educação e o talento apresentado pelas primeiras abriram portas para outras e hoje o Guarani FC é considerado nos EUA como um dos principais programas de categorias de base de futebol feminino do Brasil. Constantemente chegam e-mails de todas as partes dos EUA oferecendo bolsas de estudo às principais atletas do Clube.
Em agosto último, mais quatro meninas partiram para os EUA em busca de um futuro melhor e agora a primeira temporada esportiva delas chega ao fim. Todas se deram muito bem.
As gêmeas Bárbara e Bia foram para a Saint Francis University, no estado da Pennsylvania, convidadas pelo ex-treinador do time feminino do Guarani, Marcelo Antonelli, que hoje lá trabalha como Assistente-Técnico. Juntos, já haviam conquistado pelo Guarani vários títulos estaduais e o Brasileiro Sub-15 de 2007.   
E a “aposta” da universidade não foi em vão. Pela primeira vez na história, a Saint Francis University foi campeã da sua Conferência (NEC). Bárbara foi eleita a jogadora-revelação do ano e escolhida como a melhor atacante do segundo time da seleção da Conferência. Bia acabou tendo uma contusão e não atuou muito, ou com certeza a tarefa teria sido bem mais fácil. Bia, Bárbara e Marcelo fizeram questão de mandar fotos suas com o troféu conquistado pela primeira vez na história da universidade.


  Helena foi para a Shorter University, na Geórgia.  Seu time começou mal a temporada e chegou a estar em penúltimo lugar, entre os 12 times da competição, mas depois foi engrenando e terminou na segunda colocação.       
  Conseguiu bater o recorde de vitórias numa única temporada (10), coisa que não acontecia desde 2002. Atuando como volante, Helena se adaptou muito bem à nova função e foi muito elogiada. Sua rápida adaptação ao time e à língua e a liderança dentro de campo fizeram a diferença. 
Aline Bez optou por ir ao Cowley College, no Kansas. Sua temporada foi ótima. Eleita como uma das melhores atacantes do seu campeonato, terminou a temporada com 28 gols, apenas um a menos que o recorde anterior de uma atacante de seu time numa única temporada, mas com mais pontos nas estatísticas, em se levando em conta as assistências nos lances de gol. Já recebeu convites de Universidades maiores para a temporada 2011.
        As quatro chegaram ao Guarani com idade entre 11 e 12 anos e defenderam o clube graciosamente por mais de 7 anos, tornando-se torcedoras fervorosas do Bugre.           Instruídas desde cedo a estudarem e se prepararem para aproveitar para a vida a oportunidade que o esporte poderia lhes trazer, souberam fazê-lo e agora colhem os primeiros frutos dessa dedicação, sacrifício e perseverança.             Essas informações foram passadas pelo departamento de futebol feminino, agora não é admissível, que queiram acabar com o que dá certo no clube, acabar com o sonho destas meninas que elevam o nosso nome lá fora e principalmente por interesses próprios e imposições autoritárias, terminar com um trabalho que é vencedor há tanto tempo.
Fonte: www.guaranifutfem.com

terça-feira, 30 de novembro de 2010

AMOR AO GUARANI


       Quero falar de um sentimento único e compartilhar isso com vocês, sofremos mais um revés, caímos para a série b, poderia estar aqui falando um monte de coisas, para pôr todo meu sentimento de angustia para fora, tenho lido e ouvido muita coisa, certas, outras totalmente inaceitáveis, mas sei de uma coisa, o meu amor pelo Guarani, nunca acabará e não me importa em qual campeonato, em qual divisão ele esteja, sempre serei bugrino e com orgulho de vestir o manto verde sagrado.                                                               
       No domingo, mais que a dor da ver mais um rebaixamento, foi ver as lágrimas de tristeza que minha filha deixava cair sobre seu rosto, em uma mistura de tristeza e decepção. Na hora abracei-a e lamentando vê-la sofrer, pelo time que a ensinei a amar, arrumei forças dentro de mim e lhe disse que não valia à pena chorar, pois aquele não é o Guarani. O nosso Guarani é outro, o de vitórias, de alegrias, de futebol empolgante e que isso iremos ver de novo no ano que vem, e à medida que ela ia conseguindo se acalmar fiquei duplamente feliz, primeiro por ela entender e se acalmar, e em seguida por poder sentir o seu amor pelo Bugre e saber que a raiz plantada irá gerar muitos outros bugrinos no seio da nossa família.  
       Filha quero te agradecer de coração, pois você o seu choro, a sua declaração de amor, me devolveu a alegria, naquele momento triste, me deixou emocionado, em ver suas lágrimas de paixão pelo nosso Bugre querido. Tenha certeza ele vai te dar ainda muitas alegrias e emoções inacreditáveis e estaremos lado a lado no tobogã, cantando, gritando, chorando e nos emocionando, embaixo de sol, chuva e do bandeirão.
       Já vi o Guarani campeão várias vezes e sei que seu dia chegará e depois você passará esse amor aos seus filhos, que passarão adiante.      
       Mais uma vez obrigado minha filha, TE AMO.

DE VOLTA A SÉRIE B

      
     O que não queríamos aconteceu, o Guarani foi derrotado pelo Grêmio, com o placar de 0 x 3, concretizando assim, o nosso retorno para a série B no ano que vem. 
      Não quero aqui achar culpados, acho que todos nós somos, diretoria, comissão técnica, jogadores, torcedores, enfim todo mundo que de alguma forma quis o melhor para o Bugre.                           
      Mas não quero ficar lamentando, caímos e vamos para a série B, fazer uma campanha que nos traga de volta a elite e não apenas no brasileiro, mas no paulistão também.Vamos jogar para ganhar, vencer e subir.              
      É o ano do nosso centenário, vamos comemorar, não vamos deixar essa tristeza tomar conta e nos sucumbir, vamos festejar, mostrar para todo mundo que CAMPINAS TEM DONO.
      Cantaremos bem alto o já tradicional, “Vamos Subir Bugre”, é isso aí bugrino, vamos cobrar mais seriedade, mais profissionalismo, mais respeito, mas não nos esqueçamos que somos todos Guarani e que nosso hino já diz, NA VITÓRIA OU NA DERROTA HOJE E SEMPRE GUARANI.

domingo, 28 de novembro de 2010

VIDA OU MORTE

      Como será o ano o centenário? Essa resposta será conhecida hoje, após a partida em que o Guarani enfrenta o Grêmio, no Brinco de Ouro. Se vencer ainda terá forças para lutar contra o rebaixamento, agora se empatar ou for derrotado, saberá que a Série B, fará parte de suas festividades.
      Estamos na UTI, à espera de um milagre que será a vitória e uma combinação de resultados, que nos dê tempo para respirar e sonhar com a permanência na elite do futebol brasileiro.   
      A equipe tem que encarar como uma final de campeonato e se doar ao extremo vai ter desfalques, mais quem entrar, tem que se multiplicar e disputar cada bola com vontade e garra.  
    Mancini tem diversos problemas para confirma o time que sai jogando, sem Giovanne que cumpre suspensão, o meia Preto e o atacante Mazola, são dúvidas, o técnico vai esperar até a hora da partida para definir.         
      “Eu não tenho outra opção, o meu único jogador de velocidade sem o Mazola é o Pablo. Se o Mazola não puder jogar entra o Pablo desde o inicio, pela nossa necessidade e por ser o único atleta de velocidade no elenco atualmente”, afirmou Mancini.   
       Não me interessa quem vai jogar, só sei que acredito e confio no Guarani, vou ao Brinco para torcer e incentivar até o último instante e espero sair feliz.  
    Avante, avante meu Bugre, que nós vibramos por ti, na derrota ou na vitória, HOJE E SEMPRE GUARANI.      
        FICHA TÉCNICA      
        GUARANI X GRÊMIO     
        Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa        
        Data: 28/11/2010              
        Horário: 17h00min (Horário de Brasília)      
        Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)             
        Auxiliares: Jossemmar José Moutinho (PE) e José Pedro da Silva (PE)    
        GUARANI  
        Emerson; Apodi, Aislan, Ailson e Marcio Careca; Maycon, Paulo Roberto, Preto (Paulinho) e Baiano; Mazola (Pablo) e Reinaldo. 
Técnico: Vagner Mancini.    
        GRÊMIO 
        Victor, Mário Fernandes, Paulão, Rafael Marques e Fábio Santos; Fábio Rochemback, Adilson, Lúcio e Douglas; Jonas e André Lima.   
Técnico: Renato Gaúcho.

domingo, 21 de novembro de 2010

COM A CORDA NO PESCOÇO

                                                             
   È verdade estamos com a corda no pescoço, a beira de voltar a Série B do Campeonato Brasileiro, mas podem me chamar de louco, ou sonhador, mais eu ainda acredito e só vou me dar por vencido, no momento que não houver mais nenhuma chance e o rebaixamento for concretizado.                  
       Após a derrota para o Flamengo e os resultados de hoje, temos de torcer para uma série de combinações com derrotas de Avaí, Vitória e Atlético Goianiense e lógico com o Bugre vencendo seus dois jogos, escaparemos. Mais acham que é impossível isso acontecer, pois na última rodada enfrentaremos o Fluminense e estará disputando o título, então vamos fazer uma simulação.                  
       Próxima rodada a 37º
       Guarani vence o Grêmio, em Campinas.
       Atlético GO perde para o São Paulo, em Goiânia.      
       Vitória perde do Internacional em Porto Alegre.
       Avaí é derrotado pelo Santos em Florianópolis.
       Fluminense vence o Palmeiras (Araraquara provavelmente)                                                    
       Corinthians   empata com o Vasco em São Paulo. 
       Cruzeiro empata com o Flamengo no Rio de Janeiro.   
       A classificação fica assim: 
       Fluminense 68     
       Corinthians 65 
       Cruzeiro 64    
        E na parte de baixo ficaria nesta situação:          
       Guarani 40  e 9 vitórias    
       Vitória 40 e 9 vitórias
       Avaí 40 e 10 vitórias    
       Atlético GO 40 e 11 vitórias.  
       Daí partimos para a última rodada a 38º que teria esses resultados.
       Vitória vence o Atlético GO na Bahia.     
       Atlético Paranaense vence o Avaí em Curitiba  
       Cruzeiro vence o Palmeiras em Minas Gerais   
       Corinthians é derrotado pelo Goiás em Goiânia. 
       Guarani vence o Fluminense no Rio de Janeiro. 
       E a classificação termina assim:         
       Fluminense 68 Campeão                    
       Cruzeiro 67
       Corinthians 65     
       E na parte de baixo
       Vitória 43      
       Guarani 43 
       Atlético GO 40       
       Avaí 40 
       Goiás 35   
       Prudente 28     
       Pode parecer sonho, mais prefiro acreditar e torcer por esses resultados do que me dar por vencido, sou GUARANI e acredito até o último instante. Temos de fazer uma corrente e incentivar a equipe na partida contra o Grêmio, para reverter a situação.     
       Acredite Bugrino nós podemos e vamos virar o jogo.

sábado, 20 de novembro de 2010

CHEGOU A HORA DA DECISÃO


     Logo mais o Guarani entra em campo, as 19h30, no Engenhão, no Rio de Janeiro, para enfrentar o Flamengo e decidir sua sorte no Campeonato Brasileiro da Série A.  
     Sabemos que a vitória é fundamental, mais um empate, pode até ser recebido bem, dependendo dos resultados dos adversários na rodada. 
     O técnico Mancini só tem uma duvida se entra com Diego Barbosa ou Paulinho, no meio campo, e o grupo está confiante e sabe de sua responsabilidade para tirar o clube da situação que se encontra. 
     “É complicado, não queríamos estar nesta situação porque brigamos do inicio ao fim. Todos os times oscilaram na competição, infelizmente a nossa oscilação veio agora na reta final, mas espero que a gente consiga reverter esta situação nos últimos jogos porque o Guarani não merece ir para a segunda divisão”, disso o zagueiro Aislan.  
     Eu confio que o Bugre não irá cair e espero que traga pelo menos 1 ponto da cidade maravilhosa e depois, vença o Grêmio em casa para chegar à última rodada sem problemas com o rebaixamento.
      Vamos lá Guarani, somos grande. Apenas deixamos de pensar e agir como grande. Avante meu Bugre, sempre estarei com você.    
      FICHA TÉCNICA    
      FLAMENGO X GUARANI  
      Data: 20/11/2010       
      Horário: 19h30 (de Brasília)  
      Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)    
     Auxiliares: César Augusto de Oliveira Vaz e João Antônio Sousa Paulo Neto (ambos do DF) 
      FLAMENGO   
     Marcelo Lomba, Léo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Maldonado, Willians, Kleberson e Renato; Diogo e Deivid.    
Técnico: Vanderlei Luxemburgo. 
      GUARANI  
     Emerson; Apodi, Aislan, Aílson e Márcio Careca; Maycon, Baiano, Preto e Diego Barboza (Paulinho); Mazola e Geovane.
Técnico: Vágner Mancini.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

DECEPÇÃO

      
      Deixei para escrever hoje, pois ontem não estava nada bem depois do jogo, em que apenas empatamos contra o Vitória por 1 x 1, no Brinco. Achei que aquele sentimento de decepção e angustia, poderia ter passado, mas pelo contrário, só aumentou.   
       Ainda tento entender como chegamos a esse ponto, ontem no tobogã, ouvi as mais incríveis explicações, de quem está sofrendo, de quem não tem mais esperança, de torcedores desiludidos e isso me deixou mais triste e no caminho para casa, me perguntava, como pode uma torcida sofrer tanto e amar esse time?  
      È difícil achar a resposta certa, mais uma certeza eu tenho, o Guarani nunca vai morrer, pois sua torcida é o seu maior patrimônio. Aquela bandeira que surgiu na Série C, que diz “Você nunca jogará sozinho”, é o espelho desta massa de bugrinos. Torcedores que se uniram e criaram uma bandeira que cobre todo o tobogã e que é nosso orgulho. Torcedores que assim como eu, jamais abandonaram o nosso querido e amado bugre.      
      Hoje leio noticias de que após a partida, a torcida foi cobrar e jogadores xingam e jogam pedra em nós (não estava lá, mais se xingou e arremessou pedra em um torcedor, é na torcida toda), com que direito fazem isso, são profissionais ou marginais. Pensei que Fabão, tivesse mais experiência, mais xingar e chamar para a briga é inaceitável, agora Mazolla pensa que é quem, na minha opinião, faz tempo que não está jogando nada e ontem mais uma vez irritou com suas firulas, seus chutes ridículos, seu temperamento infantil, se fosse o Mancini sacaria ele do time, não faz falta.   
      Vamos dar um basta nesta palhaçada de jogador usar o Guarani como trampolim, como disse recentemente o “grande volante” Paulo Roberto. Vamos exigir que joguem somente jogadores comprometidos com o Guarani ou que ao menos sejam profissionais e justifiquem o que ganham.
      Esse lance de salário atrasado é simples de resolver, simplesmente perguntem ao atleta se mesmo com o salário atrasado, ele deseja ir a campo e honrar seu nome e principalmente a camisa do Guarani. 
      Gostei de ver o a raça do garoto Douglas, querendo vencer, mas o técnico (com aqueles lapsos de inteligência rara, que o acomete), saca o menino no intervalo, pois poderia ser expulso, pois já tinha amarelo e estava sendo intimidado pelo árbitro. Oras e ninguém faz nada com relação ao árbitro, nem capitão, nem técnico, será que não era mais lógico, conversar com o arbitro e dar uma pressão nele.  
      Agora estamos com a corda enfiada no pescoço a três ou menos passos para o enforcamento e para a alegria desta imprensa marrom e nojenta de Campinas.
      Tenho fé e espero que possamos continuar onde estamos e em 2011, ano do centenário, possamos subir no paulista e montar um excelente elenco para o braseiro da série A e voltarmos a se respeitados.

domingo, 14 de novembro de 2010

SÓ RESTA VENCER


        Para fugir da zona do rebaixamento, vencer é o único resultado que interessa ao Guarani, na partida de hoje, contra o Vitória as 17h., no Brinco de Ouro.
       A equipe não poderá contar com o meia Baiano que cumpre suspensão, mas terá os retornos do volante Maycon e do lateral esquerdo Marcio Careca, mas o técnico Mancini só divulgara ao time que começa jogando momentos antes da partida.  
            Para a torcida comparecer em massa e carregar a equipe, a diretoria baixou os preços dos ingressos.
            Como já disse confio e acredito no Guarani, é só jogar com vontade e garra e peço aos jogadores que se doem em campo, mostrem luta e saberão o que é reconhecimento de uma torcida. 
            Avante Bugre, vamos vencer e afastar a uruca do Brinco.    
            FICHA TÉCNICA                              
            GUARANI X VITÓRIA    
            Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa     
            Data: 14/11/2010                                         
            Horário: 17:00h (Horário de Brasília)    
            Árbitro: Evandro Rogério Roman (FIFA-PR)     
            Auxiliares: Gilson Bento Coutinho (PR) e Bruno Boschilla (PR)    
            GUARANI                       
          Emerson; Apodi, Aislan, Ailson e Marcio Careca; Maycon, Paulo Roberto, Preto E Diego Barbosa; Mazola e Reinaldo.    
Técnico: Vagner Mancini.         
            VITÓRIA    
         Viáfara; Nino Paraíba, Anderson Martins, Thiago Martinelli e Egídio; Uellington, Neto Coruja, Elkeson e Ramon; Júnior e Adaílton. 
Técnico: Antônio Lopes.

sábado, 13 de novembro de 2010

DIVULGADA A TABELA DO PAULISTÃO

          A FPF divulgou a tabela do Campeonato Paulista da Série A2, que terá seu início em 15 de janeiro e a partida final no dia 08 de maio de 2011, sendo realizados em três fases. 
          As 20 equipes foram divididas em 2 chaves regionalizadas com 10 equipes cada e se enfrentam dentro do grupo, com turno e returno. As 4 melhores colocadas de cada chave prosseguem na competição e as duas piores equipes de cada chave serão rebaixadas para a série A3 em 2012. 
         Os 8 classificados serão divididos em 2 grupos de quatro equipes e se enfrentam em turno e returno. As duas melhores equipes de cada grupo estarão classificadas para a Divisão Especial do Campeonato Paulista em 2012. Sendo que as primeiras de cada grupo disputam o título da competição.  
           Veja abaixo os grupos:  
           Grupo A  
        América; Monte Azul, Comercial; Ferroviária; Grêmio Catanduvense; Marília; Rio Claro; Rio Preto Sertãozinho e União São João. 
           Grupo B 
          Guarani; Atlético Sorocaba; São Bento; XV de Piracicaba; Pão de Açúcar; Red Bull; Rio Branco; São José; Palmeiras B; União Barbarense.         
            Acompanhe os jogos do Guarani:
            1º Turno                                                                                                 
            16/01 - Guarani x São Bento                                                          
            19/01 – Palmeias B x Guarani                                                              
            23/01 – Atlético Sorocaba x Guarani                                                  
            26/01 – Guarani x Pão de Açúcar                                                       
            30/01 – Guarani x XV de Piracicaba      
            02/02  - Rio Branco x Guarani                                                                    
            06/02 ­ - Guarani x Red Bull                                                                           
            09/02  - São José x Guarani                
            13/02  - Guarani x União Barbarense                                                            
           2º Turno                                                                                                          
           20/02 – São Bento x Guarani                                                                       
           23/02  - Guarani x Palmeiras B  
           27/02  - Guarani x Atlético Sorocaba    
           05/03  - Pão de Açúcar x Guarani     
           09/03  - XV de Piracicaba x Guarani   
           13/03  - Guarani x Rio Branco                                                                      
           20/03  - Red Bull x Guarani                                                                           
           23/03  - Guarani x São José    
           27/03  - União Barbarense x Guarani 

PATROCINO MASTER PARA O RESTANTE DO CAMPEONATO

A diretoria do Guarani oficializou um patrocínio máster para os próximos 3 jogos,  na seqüência do campeonato.                                                 
Trata-se da CNP Engenharia, que irá ter o seu nome na parte da frente da camisa bugrina, na partida diante do Vitória, depois contra o Flamengo e contra o Grêmio, na ultima apresentação da equipe no Brinco de Ouro, neste brasileirão.                 Parabéns para a diretoria que trouxe uma empresa para ser a principal patrocinadora e melhorar o caixa do clube. 

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

ATÉ QUANDO?


        Que vergonha, perdemos mais uma vez e no momento que não podíamos e tínhamos tudo a nosso favor. O adversário com o time de mesclado de reservas e muitos juvenis, nossos adversários diretos, perdendo pontos importantes e nosso time apático, sem vibração, sem comando, simplesmente ridículo.
         A ferida desta situação vexatória está doendo, todos nós acreditávamos que seria  até que fácil vencer, mas a vontade e a garra mostrada no jogo contra o Atlético Mineiro, não existiu. Tirando Emerson e Aislan, o restante foi um amontoado de jogadores, sem vontade, sem fibra, sem honrar a palavra profissional. Se os salários estão atrasados, que os que se sentem prejudicados não entrem em campo, jogaremos com quem quer honrar o nosso manto sagrado, mesmo que sejam sub-20, ou sub-17, mas que sejam HOMENS E PROFISSIONAIS.       
           Para mim o elenco está rachado e Mancini perdeu o comando, pois agora até brigam entre si e ninguém faz nada, pois um é considerado peça fundamental (mas não resolve nada) e o outro o jogador de confiança do técnico e que não disse até agora ao que veio. Outros mais experientes começaram bem o campeonato e agora não mostram nem vontade, falo de Baiano, Renan e mais alguns. O técnico insiste em colocar Diogo e diz que ele é o futuro, então estamos perdidos, pois o máximo que está conseguindo é queimar de vez o atleta.    
      Gostaria de perguntar até quando, terei de ver o meu Guarani, disputando campeonato para não cair. Até quando terei de ver jogadores usarem o clube para se promover. Até quando?  Precisamos de HOMENS que queiram honrar seus nomes, que comam a grama, que ralem a bunda, que dêem o sangue, precisamos de ATITUDE.                                                     
            Após o término do campeonato discutiremos quem merece ficar ou não, se a diretoria pecou e no quê, mas agora temos de fazer da partida contra o Vitória uma decisão de campeonato, vamos lotar o Brinco de Ouro e dar pressão em arbitragem, na equipe adversária e mostrar aos nossos jogadores que estamos ali, para fazer tudo pelo Guarani e exigimos o mesmo deles.   
            Estou cansado disso, mais nunca abandonarei o meu Guarani, sempre estarei torcendo, vibrando e lutando por ele e que todos que lá estão lembrem-se, que tudo passa, mas o GUARANI FICA, POIS O AMOR DE SUA TORCIDA É ETERNO.

domingo, 7 de novembro de 2010

DAR ÍNICIO A REAÇÃO

 
        
         È hoje, não dá mais para adiar, a reação bugrina tem que começar na partida de logo mais, contra o Palmeiras, às 19h30, na Arena Barueri.  
          A rodada começou bem, os Atléticos, o mineiro e o goianiense, empataram ontem e uma vitória nos coloca acima deles e dependendo dos resultados a frente do Vitória também.
O time tem de jogar com a mesma garra e vontade, da última partida contra o galo mineiro, cada jogador tem que se superar, com muita vontade de lutar por qualquer bola, de ajudar o companheiro e principalmente, mandar a bola para dentro do gol adversário. Só podemos pensar na vitória, empates já não servem mais, chegou a hora da reação, VAMOS LÁ BUGRÃO.
Como já disse, nós torcedores estaremos presentes cantando, gritando, por ti Guarani, afinal você nunca jogará sozinho, seja aonde for. 
Teremos  mudanças na equipe, Mazolla retorna e Moreno entra na lateral esquerda.   
Acredito que venceremos a daremos inicio a esperada reação, AVANTE BUGRE, SEMPRE ESTAREI COM VOCÊ.                       FICHA TÉCNICA
         PALMEIRAS X GUARANI                                                 
         Local: Arena Baueri em Barueri            
         Data: 07/11/2010                                                        
         Horário: 19h30 (de Brasília)   
         Árbitro: Guilherme Cereta de Lima (SP)                       
         Auxiliares: Rogério Pablo Zanardo (SP) e Jinivan Rodrigues de Souza (SP)     
         PALMEIRAS
       Bruno; Vitor, Mauricio Ramos, Dabricio e Gabriel Silva; Pierre, Rivaldo, Tinga e Patrick; Ewerthon e Dinei.                               Técnico: Luiz Felipe Scolari.  
        GUARANI                                                                                  Emerson;  Apodi, Aislan, Ailson e Moreno; Renan, Paulo Roberto, Baiano e Preto; Mazola e Reinaldo.
Técnico: Vagner Mancini.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

EMPATE MANTÉM O SOFRIMENTO


         O empate sem gols ontem á noite contra o Atlético Mineiro, no Brinco de Ouro, manteve o Guarani a um ponto da zona da degola e deixou-nos apreensivos e com confiantes.
         A equipe mostrou garra, vontade e brigou muito em campo, mostrando de que é capaz de tirar o Bugre desta situação e dando uma satisfação a torcida que com razão tem cobrado uma atitude.
         O goleiro Émerson mais uma vez se destacou, com defesas maravilhosas e importantes, o zagueiro Aislam, Apodi, Márcio Careca, Preto, Giovani, foram outros que se destacaram, mas a equipe inteira se doou e isso foi o mais importante.
        Me orgulho muito de ser bugrino e cada jogo, cada dia, a nossa torcida me emociona, que coisa linda o que fizemos ontem, o estádio inteiro cantando o hino, gritando pelo Guarani e apoiando irrestritamente, uma emoção ímpar, que enche os olhos de lágrimas de alegria. 
      Parabéns bugrino, você é a razão deste time ser forte, ser grande e ser amado muito acima de uma equipe de futebol.
        Volto a pedir para que a comissão técnica e os jogadores façam de tudo, como o que fizeram ontem, nas próximas partidas, que tenho a certeza de que iremos terminar o campeonato, sem esse sufoco que estamos passando.
        Domingo temos o Palmeiras pela frente, fora de casa, vamos pra cima deles, pois só estão jogando com o nome, acredito na vitória, como meu presente de aniversário e poderemos cantar um trecho da música que o grande Nei Paraíba cantou no acesso a Série A..
         Gol, mais um gol,
         Esse time não pode perder,
         O Guarani de Campinas,
         Ninguém consegue vencer.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

VENCER PARA EVITAR O PIOR


       Precisando da vitória, o Guarani precisa vencer o Atlético Mineiro, nesta quarta-feira, ás 19h30, no Brinco de Ouro, para fugir da zona do rebaixamento.
       Há sete rodadas sem vencer, o Bugre não pode bobear, pois a derrota o coloca na famigerada zona, faltando apenas 5 rodadas para o fim do campeonato.                                    
       O volante Renan e o lateral Rodrigo Heffner deixam a equipe, em seus lugares entram Maycon e Apodi, no ataque Ricardo Xavier será o companheiro de Reinaldo.          
     Vamos esperar a partida e torcer pela vitória, pois não gosto de comentar antes, parece que estou gorando, mas que é estranho a saída de Renan, isso não tenho dúvidas e não entendo como Marcio Careca entra como titular se Moreno foi bem na última partida.
Também não entendo a volta de Baiano e Preto, será que Diego Barboza não seria uma melhor opção. Bem vamos esperar e acreditar no Bravo Bugre.                            
Os jogadores e a comissão técnica podem ter certeza que a torcida estará apoiando, desde que não falta empenho, luta e garra, pois caso contrário não adianta reclamar, pois SOU BUGRINO E ESTOU CANSADO DE SOFRER.                                        
GUARANI É MEU AMOR, É MINHA PAIXÃO, É MINHA VIDA e nada no mundo irá mudar isso, por isso grito bem alto AVANTE, AVANTE MEU BUGRE, QUE NÓS VIBRAMOS POR TI.
FICHA TÉCNICA
GUARANI X ATLÉTICO-MG
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa 
            Data: 03/11/2010
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Claudio Mercadante (PE)
Auxiliares: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e José Diniz Moutinho (PE)
GUARANI
Emerson; Apodi, Aislan, Ailson e Marcio Careca; Maycon, Paulo Roberto, Baiano e Preto; Reinaldo e Ricardo Xavier.                 Técnico: Vagner Mancini
ATLÉTICO MINEIRO
Renan Ribeiro; Rafael Cruz, Réver, Werley e Leandro; Zé Luis, Alê, Mendes e Diego Souza; Diego Tardelli e Obina.             Técnico: Dorival Júnior